A Reitoria da Universidade do Porto recebeu a final do Desafio BP Segurança ao Segundo, nos passados dias 4 e 5 de maio.

Vindas de vários pontos do país, as cinco equipas lutaram pelo título, filmando e editando um vídeo que sensibiliza para as principais causas de morte dos jovens nas estradas nacionais. Numa das salas da Reitoria da Universidade do Porto, a equipa verde vai colocando os adereços sobre a mesa: um relógio, um cinto, uma gravata, um par de brincos. À medida que os colegas vão preparando o cenário, o capitão de equipa, Hugo Cação, recorda o que há em comum entre estes objetos: “fazem clique”. O objetivo do vídeo da equipa verde, explica, é “criar uma narrativa com imagens de um quotidiano de um casal que sair de casa”. Através do seu vídeo, a equipa vinda do Instituto Técnico Artístico e Profissional de Coimbra procura salientar que, num dia normal, a estes objetos quotidianos, deve juntar-se o clique do cinto de segurança. “Há tantas coisas que nos habituamos a fazer automaticamente – esta devia ser mais uma delas”, reforça Hugo Cação. Um pouco antes, ao início da tarde do primeiro dia da final, durante a sessão de acolhimento, o Diretor da Forum Estudante, Gonçalo Gil explicou que cada equipa teria 2 horas para filmar e 2 horas para editar os seus vídeos que duram, no máximo 30 segundos. Conforme relembrou o representante da Ogilvy, João Soares da Costa, este é um período de tempo bastante curto. “Em publicidade, estes trabalhos costumam durar um ou dois dias – este é um desafio intenso porque sabemos que vocês são capazes”, sublinhou.

BPSS. Segurança até à final