Na “bagagem” este roadshow leva um workshop para os alunos no qual se pretende abordar a temática da sinistralidade rodoviária nos jovens portugueses, partilhando os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária para a faixa etária dos 18 aos 24 anos,

identificar os cinco fatores de risco associados à condução nestas idades e dar a conhecer o BP Segurança ao Segundo e o desafio final que vai acontecer no Porto, Capital Jovem da Segurança Rodoviária, a 04 e 05 de maio. A participação numa experiência em simulador de capotamento, de condução de motociclo ou de condução sob efeito de álcool são algumas das atividades disponíveis para todos os alunos destas escolas, às quais se junta o testemunho do piloto Miguel Barbosa e de Cristiano Magalhães, representante da Associação Salvador. Pelo caminho, é explicado o Desafio BPSS ao mesmo tempo que se apela à participação dos alunos na competição cuja primeira fase termina a 10 de março e consiste na submissão através desta plataforma, de um cartaz original de prevenção e segurança rodoviária centrada nos grandes fatores de risco: excesso de velocidade, condução sob o efeito de álcool, telemóvel, cinto de segurança e sonolência ao volante. O Roadshow seguiu depois a 01 de fevereiro para a Escola Secundária Avelar Brotero, em Coimbra, e rumou no dia seguinte à Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, em Lisboa.